Grupo de músicos profissionais, formado no ano de 1997, em Niterói. O grupo começou reunindo-se no bar Aconchego da Bahia, no bairro do Ingá, onde se apresentou por 2 anos. Posteriormente, o grupo o grupo passou a se reunir semanalmente no bar Orquídea, rebatizado posteriormente de Nova Orquídea, em Icaraí – Niterói, além de fazer shows por todo o país.

O grupo nunca possuiu uma composição definitiva; contou com alguns integrantes fixos e recebeu participações de vários músicos. Entre os diversos músicos que fizeram parte do grupo ou participações especiais em suas apresentações, podem ser citados: Tiago do Bandolim, Rogério Souza, Charles Costa (violão), Alessandro Cardozo (cavaquinho), Altir (pandeiro), Carlinhos Leite, Rogério Souza (violão), Ronaldo do Bandolim, Dirceu Leite, Daniela Spielmann (sax e flauta), Zé da Velha, Paulo Sérgio Santos, Márcio “Hulk” Almeida (cavaquinho), Celsinho Silva (pandeiro), Silvério Pontes (trompete), entre muitos outros.

Em 2000, foi lançado o disco “Orquídea: Choro e Samba em Niterói”, produzido pelo violonista Rogério Souza e lançado pela Rob Digital. O álbum recriou as rodas de choro no bar Orquídea, contando com as participações de Ronaldo do Bandolim, Guinga, Jorginho do Pandeiro, a turma de Nó em Pingo D'Água (Rogério Souza, Rodrigo Lessa, Mário Sève, Celsinho Silva e Papito), Zé da Velha, Silvério Pontes, Márcio "Hulk" Almeida, Quarteto Maogani, Valter Silva e muitos outros.






Publicado em 0000-00-00
Museu Antônio Parreiras