CYBÈLE VARELA EXPÕE NO MAC
 
 
Baixe a agenda do mês

A onda, 2012, acrilico sobre tela, cm 120x80. Clique para ampliar
O Museu de Arte Contemporânea de Niterói (MAC de Niterói) inaugura a exposição Cybèle Varela - espaços simultâneos: 2009 - 2013, no dia 7 de dezembro de 2013, às 17h, com curadoria de Guilherme Bueno e da artista. Na mostra, o público vai poder conferir 12 pinturas, 3 vídeos ("Travel", "Transfer" e "N.C.G. 88’s birth") e uma instalação composta de 17 fotografias sobre metacrilato (intitulada "De tudo e muito mais"). Na ocasião, será lançado o catálogo da mostra com textos em português e em inglês de Luiz Guilherme Vergara, Guilherme Bueno e Lisbeth Rebollo Gonçalves.

A exposição se desenvolve em torno de um tema bem característico do universo narrativo da artista que, nas palavras de Guilherme Bueno, "é o de converter seus motivos em paisagens oníricas". Nos trabalhos da série Transferência, um personagem é protagonista de uma viagem por diversas paisagens em mundos terrestres e imaginários. Nestas transferências pelo espaço pictórico, a artista nos propõe atravessar diversos momentos simbólicos e efêmeros da vida.

Na série Onda de Hokusai, inspirada na célebre Grande Onda de Kanagawa, do artista japonês Katsushika Hokusai (1760-1840), a artista reinterpreta este motivo visual icônico. Preocupações ecológicas, espaços novos e mundos paralelos, reflexões cósmicas são tratados com cores fortes e vibrantes que se unem às imagens e criam um novo significado entre o real e o imaginário.

Conexao. acrilico sobre tela, 2011, cm 120x240. Clique para ampliar
Esclarece Cybèle: "'Espaços simultâneos' é uma exposição que, em parte, surge a partir da obra 'A Grande Onda', do artista japonês Hokusai. Na história da arte sempre houve interesse em revisitar obras de artistas de outras épocas onde se considera a coexistência de elementos humanos e naturais. As águas trazem e levam memórias, tempos transparentes e diversos, onde o dia a dia se cruza com outras realidades".

Na instalação fotográfica De tudo e muito mais, a artista nos propõe um passeio em uma floresta, entre o por e o nascer do Sol. "Trata-se de uma viagem pela noite, onde as estrelas, flores e objetos criam sonhos, sonhos que se entrelaçam e que duram enquanto o Sol não desponta no horizonte. Há sempre uma parte desconhecida de nossos sentidos que atravessa o território de nosso cotidiano", explica a artista.

Em relação aos vídeos, eles abrangem todas estas ideias. "A imagem pode ser apresentada em movimento (vídeo) ou de maneira estática (pintura, fotografia, objetos e outros). Mesmo assim, não deixa de ser uma imagem e o interesse em volta do qual se desenvolve minha pesquisa", diz.

Segundo Guilherme Vergara, os trabalhos que Cybèle reuniu para essa mostra "podem ser vistos como um portal de entrada para uma transferência por imagens a uma visão de mundo da artista que atravessa ou entrelaça vários sistemas de conhecimento e crença". Já Lisbeth Rebollo Gonçalves considera que, em seus últimos trabalhos, Cybèle "consolida um caminho em que o mundo simbólico cumpre papel determinante no pensamento plástico. O espectador é levado a uma aventura cósmica, movimentando-se entre imagens que flutuam no espaço".

Another wonderful spring_2013, acrilico sobre tela, cm 120x80. Clique para ampliar
A produção artística de Cybèle Varela apresenta, em suas cinco décadas, um traço comum: o de converter seus motivos em paisagens que misturam o real e o imaginário. A artista faz uso de suportes diversos para expressar o mesmo tema, as mesmas ideias.

A artista atua nas artes plásticas desde a década de 60 não só no Brasil como também no exterior. É multidisciplinar (pinturas, vídeos, fotografias, fotos digitais e objetos) com várias exposições individuais e coletivas no Brasil, incluindo três participações na Bienal de São Paulo e exposições em vários países europeus e nos USA. Sua obra está presente em inúmeras coleções públicas e privadas de relevo, no Brasil (MAC-USP, MASP, MAC de Niterói, Belas Artes do Rio e MAM-Rio e de São Paulo, coleção João Sattamini e Gilberto Chateaubriand, entre outros) e em outros países, incluindo França (tal como no Centre Georges Pompidou), Suíça (Museu de Belas Artes de Lausanne) e USA (Art Museum of the Américas, Washington D.C.).

Site da artista: www.cybelevarela.com


Formação e breve visão da carreira

Clique para ampliar
Iniciando sua carreira como autodidata, a petropolitana Cybèle Varela recebeu seu primeiro prêmio aos 16 anos, do Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), Rio de Janeiro. Mais tarde, estudou por 5 anos no Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio e complementou sua formação com cursos sobre história da arte realizados na "Ecole du Louvre" e antropologia social na "Ecole Pratique des Hautes Etudes-Sorbonne", graças a duas bolsas de estudo recebidas do governo francês, em 1968 e em 1971.

Inicia sua carreira no Brasil nos anos 1960 como pintora e criadora de objetos, mais tarde incluindo no seu repertório fotografia e vídeo. Depois de receber as duas bolsas de estudo do Governo Francês, se muda para Paris em 1968. Seu trabalho evolui progressivamente em direção a uma construção geométrica do espaço, idéia que desenvolverá depois de sua mudança para a Suíça.

Nos anos 1990, desenvolve uma série de trabalhos baseados nos bancos de jardins e árvores tropicais. Apòs uma breve estadia na Irlanda e Bretanha, integra temas da cultura céltica e elementos naturais. Cybèle Varela realizou mostras individuais e coletivas em vários museus e galerias no mundo, em particular na Europa, nos Estados Unidos e na América do Sul.


Clique para ampliar



Serviço:

Exposição "Espaços simultâneos: 2009 – 2013", da artista Cybèle Varela
Abertura: 7 de dezembro de 2013, sábado, às 17h
Em cartaz até 9 de março de 2014
Horário de visitação: de terça a domingo, das 10h às 18h
Ingressos a R$10,00
Estudantes, professores e pessoas acima de 60 anos pagam meia (R$5,00)
Entrada gratuita para estudantes da rede pública (ensino médio), crianças abaixo de 7 anos, portadores de necessidades especiais e moradores ou nascidos em Niterói
Entrada gratuita também às quartas-feiras

Museu de Arte Contemporânea de Niterói
Mirante da Boa Viagem s/ número – Niterói, RJ
Mezanino
Obs.: a bilheteria encerra suas atividades 15 minutos antes do horário de fechamento do museu.
Informações: 2620-2400 ou 2620-2481




Publicado em 27/11/2013






Publicado em
Tags Cybèle Varela,


Exposição: "Eu só vendo a vista", do artista Marcos Chaves
MAC Niterói inaugura exposição inédita da sua coleção
MAC como obra de arte
Mac Niterói recebe "Olha, imagina, escuta, sente"
Performance teatral aborda o autismo, no MAC
Mirante da Boa Viagem, s/nº - Boa Viagem, Niterói - RJ, 24210-390 | Tel:(+55 21) 2620-2481 e 2722-1543 | Email: mac@macniteroi.com.br