IGREJA DE SÃO DOMINGOS GUSMÃO
 
 
Baixe a agenda do mês

Tombamento municipal em 27/12/1995
Processo 10/1741/94 - Lei n° 1.478/95

Rua Alexandre Moura, 29 - São Domingos

A capela primitiva dedicada a São Domingos de Gusmão foi construída antes de fevereiro de 1652,no interior da fazenda de açúcar de Domingos Araújo e sua mulher, Violante do Céu Soares de Souza, descendente e herdeira de Araribóia.

Com o falecimento de seu construtor, a capela foi mantida por Violante, sendo ainda doados ao patrimônio da ermida 50 braças de terras, tal como ficara estabelecido em testamento. O templo foi administrado pela família até 1740, quando o filho do casal, Francisco de Araújo Soares, transferiu a administração para Joaquim Alvares.

Durante o século XIX, a igreja de São Domingos tornou-se palco de constantes visitas da Família Real Portuguesa, tendo em vista a sua proximidade do palacete onde permanecia D. João quando visitava Niterói. Ali foram celebradas, em 1838, as exéquias de José Bonifácio de Andrada e Silva onde - de acordo com o pesquisador Luiz Antônio Pimentel - foi depositado, em uma urna, o seu coração.

O templo foi remodelado por moradores locais em 1842 e, em 1872, foi novamente reformado. A partir de 1897, segundo projeto do arquiteto Bianor de Mendonça, a igreja, bastante arruinada começou a ser reconstruída no terreno ao lado da matriz, e finalizada em 1901. Em 1907, a nova edificação passou por uma grande reforma, quando foram realizados alguns acréscimos na lateral direita e nos fundos, alterando, assim, a volumetria original. A caracterização atual da igreja decorre dessa reforma. Em 1938, uma nova reforma substituiu o piso de madeira por granito e mármore. Em maio de 1929, foi criada a paróquia de São Domingos por D. José Pereira Alves.

O templo atual possui nave única com capela-mor mais estreita e sacristia lateral. Na capela-mor, a imagem de São Domingos ocupa lugar de destaque no altar principal. Junto à entrada principal, ficam o batistério e o acesso para o coro e a torre. Os quatro altares laterais são dedicados ao Sagrado Coração de Jesus, São José, Santa Terezinha e N.S. da Conceição. A ornamentação interna é caracteristicamente eclética, com influências da linguagem neo-barroca, neo-românica e neo-gótica. . O paravento, em frente à porta principal, é composto por um vitral coma imagem de São Domingos e Nossa Senhora do Rosário. Na fachada principal, o campanário único define o eixo de simetria com aberturas em arco pleno.

A Igreja de São Domingos representa um marco histórico e arquitetônico para o bairro onde está situada e que herdou o seu nome. Sua torre pode ser observada à distância, sendo vista logo que se chega ao bairro, constituindo-se, assim, numa espécie de distintivo visual da região.

Diante de sua importância para a preservação da memória e patrimônio da cidade, a Prefeitura Municipal tombou o imóvel de forma definitiva, em 27/12/1995, pela lei nº 1478.


Fonte: "A Preservação do Patrimônio Cultural em Niterói", editado pela FAN/Niterói Livros em 2007.




Publicado em 15/01/2013






Publicado em
Tags ,


Fazenda do Engenho do Mato
A Preservação do Patrimônio Cultural em Niterói
Bens Tombados
Lei do Patrimônio Cultural
PUR Praias da Baía
Rua Presidente Pedreira, 98, Ingá - 24210-470, Niterói - RJ | Telefone (21) 2621-5050 | E-mail sculturalniteroi@gmail.com (secret) e contato.culturaniteroi@gmail.com (FAN)