Secretaria de Cultura de Niterói / Fundação de Artes de Niterói
  LILI LEITÃO, O CAFÉ PARIS
 
 
Agenda
Cultura
Niterói

Baixe aqui nossa programação mensal completa
Cultura Niteri

Publicado em 1998, pela Prefeitura de Niterói, por meio da Niterói Livros, a obra "Lili Leitão, o CafParis e a vida boêmia de Niterói" e "Niterói, poesia e saudade", de Lyad de Almeida, tenta registrar a existência e a obra da figura principal do chamado "Cafelogeu" e citar os boêmios que frequentavam a famosa casa boêmia do Centro de Niterói.

O livro, que se divide em três partes, a primeira intitulada "Lili Leitão, o Café Paris e a vida boêmia de Niterói", rendeu belas e aclamadas crônicas que Lyad publicou no jornal O Fluminense, nos anos de 70 e 80. Nela, o autor revisita o discreto charme dos bordéis da cidade, a efervescência intelectual do "Cafelogeu", como era conhecido o Café Paris - um templo do pensamento livre, das conspirações poéticas e artísticas - que teve em Lili Leitão seu maior expoente.

Clique para ampliar
Na segunda parte, a obra apresenta uma "Antologia poética de Lili Leitão". São quadras e sonetos marcados pelo humor imbatível dessa personagem fantástica.

Já a terceira e última, "Niterói, poesia e saudade", assume um caráter marcadamente memorialista, cheio de apego a uma cidade que ainda existe na alma de todos aqueles que a viveram antes da Ponte Rio-Niterói.



Editorial

A Niterói Livros, projeto editorial da Prefeitura de Niterói, conduzindo pela Fundação Niteroiense de Arte, ao lançar essa coletânea de textos de Lyad de Almeida reafirma seu compromisso com a preservação da memória da cidade, elemento indispensável na construção de nossa identidade cultural.

Esta obra resgata uma face de Niterói não registrada pela história: a boêmia, que tinha no Café Paris, seu cenário privilegiado e, em Lili Leitão, sua mais ilustre personagem. Mas não apenas isso. O autor nos oferece também uma antologia poética desse niteroiense legendário e por fim, na última parte do livro, rememora fatos e pessoas ilustres que enriqueceram o passado dessa nossa praia que foi e sempre será tão grande.

Clique para ampliar
Eminente magistrado, Lyad de Almeida se destaca no campo acadêmico com a publicação, entre outros, de O abuso de direito no contrato de trabalho e legalidade e legitimidade.

Como homem de letras, é autor de várias peças teatrais encenadas no Teatro Municipal de Niterói e em um sem-número de casas de espetáculos do Brasil; escreveu o argumento e os diálogos do filme "Dentro da vida", primeiro longa-metragem feito no e pelo Estado do Rio de Janeiro; publicou mais de uma dezena de obras em prosa e poesia, com destaque para seus inigualáveis haikais; e como cronista brilhou nas páginas dos jornais de nossa cidade, como pode atestar a qualidade das crônicas que ora apresentamos.

É, portanto com muito orgulho e satisfação que publicamos esse admirável intelectual niteroiense.

João Sampaio Prefeito de Niterói



Apresentação

Lyad de Almeida vem por aí com o seu "Lili Leitão, o Café Paris e a vida boêmia de Niterói", sabe dos três, vive nostalgicamente os três, e ainda dá troco: as ternas reminiscências deste Niterói, poesia e saudade.

Certa ocasião chamei-lhe "um ser numerológico" pela constância do número dois na vida dele. Provei-o. Hoje corrijo o dito, na esteira do padre Bruckberger: "Nenhum ser humano é simples: é sempre duplo, tríplice, múltiplo".

Lyad é múltiplo: professor, advogado, juiz, teatrólogo, poeta, pensador, trovador, haicaísta, colecionador de amigos.

Admiro-lhe profundamente a versatilidade intelectual, a sensibilidade poética, a graça ou a profundez de seus conceitos.

Mas admiro-lhe, sobretudo a coragem no enfrentamento do destino. É Camus em repetência: a grandeza do homem em sua decisão de ser mais forte que a própria condição.

Horácio Pacheco



Ficha Técnica

Obra
Lili Leitão, o Café Paris

Autor
Lyad de Almeida

Editoria
Margareth da Luz

Capa
Laura Bedran

Editoração Eletrônica
Arte Digital Produção Gráfica

Foto da capa
Augusto Malta

Ano de Edição
1996

Número de páginas
p.188

Ficha Institucional

João Sampaio
Prefeito de Niterói

Luiz Antonio de Farias Mello
Presidente da Niterói Livros

Ivan Macedo Vianna
Direção Executiva

Margareth da Luz e Maria Auxiliadora Silveira
Direção Editorial







Em 1974, o INDC lançou "Notas para a História de Niterói" de Maia Forte
No Dia do Poeta, a Niterói Livros estreia nas redes sociais
ENCONTRO DE BIBLIOTECAS
Cinematographo em Nictheroy
Lançamento do livro "A_Ponte: Gestão Cultural"


aaaaaa

Mapa do Site

Cultura Niterói
 
Espaços Culturais
 
Programas
 
Outros
 
 
 
Portal Transparência
Contracheque Online
e-SIC
Comprovante de Rendimento
Consulta de Processos
 
Rua Pres. Pedreira, 98, Ingá - 24210-470, Niterói - RJ | Tel: (21) 2719-9900 | E-mail niteroi.culturas@gmail.com